Neste teatro

Eu ia postar hoje um relato sobre o CFC e como eu gostei. Isto eu faço depois, em outro momento que minha revolta diminuir.

Todo dia 31 ou 1º, desde o meu primeiro emprego, é dia de revolta, frustração. Revolta não por pagar imposto, mas por saber que o destino muito, muito provável, é a conta bancária de algum destes filhos da puta que ficam coçando o saco lá em Brasília enquanto eu fico aqui trabalhando. É de saber que eles dão risada da nossa cara, arrumando uma convocação extraordinária no apagar das luzes pra ver se ninguém fica sabendo, e embolsam 35 mil assim, de brincadeira. É saber que eu fico doente de gastar meus finais de semana preparando artigo, palestra, curso, depois de trabalhar a semana inteira e sem direito a folga na segunda feira, enquanto muito papagaio aí – só sabe repetir o que ouviu – ganha a vida fazendo isto. Sim, claro que daí dá pra ir a todo e qualquer evento e parecer sempre muito bem disposto, basta falar o que o povo lá do planalto central quer ouvir e prometer beijar a bandeira do PT. Alias, na verdade é vergonha, de ter esperado 12 anos pra ver toda esta lama. É ter esperado ansiosamente antes mesmo de ter meu titulo de eleitor, ter sempre tentado, para ver agora toda esta palhaçada. É ser chamada de besta em rede nacional, quando vejo O cretino ir lá dizer que “investimos na educação, criamos 4 universidades federais”, como se todo mundo fosse trouxa o suficiente pra não saber que isto foi só uma manobra politica, mudando o nome das escolas técnicas. Como se todo mundo fosse besta de não ver que tudo o que prometeram foi avacalhado. Que passam 3 anos sem fazer nada, e no ultimo ano aparecem mil e uma obras e utilidades, nas mesmíssimas atitudes que passaram anos atacando. E aí, fazem tudo igual. E pior, porque abusam do direito de nos chamar de bestas, com os mesmos argumentos de que “isto é um complô”.

E lá vou eu, pagar IR, previdência, plano de saúde, plano odontológico, seguro. Tudo porque um bando de fdp faz questão de manter o povo ignorante, analfabeto, burro, para poder continuar fazendo campanha em cima de medidas puramente populistas e paliativas. E ainda me dizem que eu deveria ter consciencia política. Minha consciencia política é a vontade de colocar bombas em volta de Brasilia, em varios círculos se aproximando do Congresso, e ir explodindo aos poucos. Ia ser uma das poucas vezes que a TV Senado ia explodir todos os indices do Ibope.

” Neste TEATRO onde ENCENA-SE uma SOCIEDADE, a DEMOCRACIA é um DEVANEIO, uma LIBERDADE ALIENADA, subjugada, parida DA BOCA PRA FORA pelos brados alucinógenos de um LOUCO, vestindo VALORES PELO AVESSO. Seu FALSO MORALISMO soa como uma PIADA DE MAL GOSTO, e seus TABUS são os mesmos de uma PUTA VIRGEM.” – texto anônimo, nos muros de uma favela da grande São Paulo

3 thoughts on “Neste teatro

  1. Como diria Morpheus, “Welcome to the real world…”

    Concordo contigo Sula. É foda aturar esse bando de filhos da puta. +_+

    lmvaz

  2. Minha consciencia política é a vontade de colocar bombas em volta de Brasilia, em varios círculos se aproximando do Congresso, e ir xplodindo aos poucos.

    Elaborado demais, dá muito trabalho, pode não funcionar. Melhor envenenar a água.

  3. Não aguento mais este bando de *articuladores* que babam na gravata, que gritam palavras de ordem, que pregam a moral e bons costumes, mas que vivem de passear por eventos, que criticam os que trabalham, subjulgando estes como mercenários,que sao os mesmos que dão base para os discursos pobres que rodam o Brasil e o mundo na boca destes desqualificados…
    *chega de dar brilho aos parasitas*
    Tecnologia nao é politica nem religiao.
    Nao quero um lider desqualificado, nao me sinto representada por quem anda com um cajado na mão…
    E quer saber… Estou OUT…
    Chega!Seguirei em carreia solo…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s