A ignorância mais freqüentemente produz confiança do que conhecimento

Esta frase é de Charles Darwin. Agora me veio a mente uma história de “seleção natural”, o que na época não fazia o menor sentido, já que a seleção natural reza que os mais fortes sobrevivem, e aqui estou eu. Mas este não é o ponto.

Cientistas fizeram um estudo comprovando que pessoas incompetentes também são incompetentes na hora de avaliarem seu próprio nível de competência. Enquanto pessoas especializadas tem uma percepção melhor de seus resultados, embora subestimados, pessoas incompetentes não apenas falham nesta percepção como supervalorizam grosseiramente suas habilidades.

O fato é que a falta de conhecimento sobre determinado assunto leva a não saber reconhecer erros ou performance. Então se uma pessoa não sabe direito o que está fazendo, também não sabe que está fazendo besteira.

Not only do these people reach erroneous conclusions and make unfortunate choices, but their incompetence robs them of the metacognitive ability to realize it. Across 4 studies, the authors found that participants scoring in the bottom quartile on tests of humor, grammar, and logic grossly overestimated their test performance and ability.

Colocado assim, parece óbvio. Agora explique isto para aquele ex namorado que acha que é um ás no volante, apesar de multas e mais multas, acidentes. Ou para aquele cara com um inglês horroroso que sai falando durante séculos como se tivesse uma pronúncia nativa. Ou aqueles que se supõe experts em Linux, dos quais você nunca ouve dizer “isto eu não conheço muito bem”, e falam verdadeiras atrocidades. Que coisa.

Bom, mas o melhor é que tem solução! Segundo os resultados do estudo, conhecimento tras uma avaliação mais acurada das próprias limitações, ou seja, quando deixam de ser tão ignorantes, as pessoas tendem a saber quando estão fazendo besteira. O que por consequência as torna mais competentes.

5 thoughts on “A ignorância mais freqüentemente produz confiança do que conhecimento

  1. Na verdade a teoria diz que os mais preparados e bem adaptados se dão bem… não exatamente os mais fortes. Então é bem possível que gente estúpida como eu, você, meus vizinhos e o padeiro da esquina, tenha chegado aqui com algum mérito 😛

  2. Parabéns Caio! Você ganhou o prêmio “o primeiro pentelho a corrigir o termo com a definição estritamente correta”. Mas de qualquer forma não muda o meu ponto… aliás, só o fortalece. 🙂

  3. Essa pesquisa tão esclarecedora deveria ser passada para os gerentes de TI que conheço, que adoram auto-avaliações (e outros critérios inexatos) para determinar aquele bônus do final do mês… o_O

  4. great point.

    então o fato de eu acreditar não saber nada de nada pode ter algum mérito? Ganhei meu dia.

    Brincadeirinhas à parte, o mundo profissional nos dá buzilhões de exemplos de o que vc postou é verdade.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s