Indios

Indios
Legião Urbana

Composição: Legião Urbana

Quem me dera, ao menos uma vez,
Ter de volta todo o ouro que entreguei a quem
conseguiu me convencer
Que era prova de amizade
Se alguém levasse embora até o que eu não tinha.

Quem me dera, ao menos uma vez,
Esquecer que acreditei que era por brincadeira
Que se cortava sempre um pano-de-chão
De linho nobre e pura seda.

Quem me dera, ao menos uma vez,
Explicar o que ninguém consegue entender:
Que o que aconteceu ainda está por vir
E o futuro não é mais como era antigamente.

Quem me dera, ao menos uma vez,
Provar que quem tem mais do que precisa ter
Quase sempre se convence que não tem o bastante
E fala demais por não ter nada a dizer

Quem me dera, ao menos uma vez,
Que o mais simples fosse visto como o mais importante
Mas nos deram espelhos
E vimos um mundo doente.

Quem me dera, ao menos uma vez,
Entender como um só Deus ao mesmo tempo é três
E esse mesmo Deus foi morto por vocês –
É só maldade então, deixar um Deus tão triste.

Eu quis o perigo e até sangrei sozinho.
Entenda – assim pude trazer você de volta prá mim,
Quando descobri que é sempre só você
Que me entende do início ao fim
E é só você que tem a cura para o meu vício
De insistir nessa saudade que eu sinto
De tudo que eu ainda não vi.

Quem me dera, ao menos uma vez,
Acreditar por um instante em tudo que existe
E acreditar que o mundo é perfeito
E que todas as pessoas são felizes.

Quem me dera, ao menos uma vez,
Fazer com que o mundo saiba que seu nome
Está em tudo e mesmo assim
Ninguém lhe diz ao menos obrigado.

Quem me dera, ao menos uma vez,
Como a mais bela tribo, dos mais belos índios,
Não ser atacado por ser inocente.

Eu quis o perigo e até sangrei sozinho.
Entenda – assim pude trazer você de volta prá mim,
Quando descobri que é sempre só você
Que me entende do início ao fim
E é só você que tem a cura para o meu vício
De insistir nessa saudade que eu sinto
De tudo que eu ainda não vi.

Nos deram espelhos e vimos um mundo doente
Tentei chorar e não consegui.

LinuxChix Brazil Meeting – Webcast, teachers and sponsors

Next September 8th and 9th, the 4th Linuxchix Brazil National Meeting will take place in Florianópolis, Brazil. The Meeting will be held in the Barddal Foundation. There is no need to pre-register, and registration will be on site. The talks will be presented in Portuguese.

The subjects this year cover OpenLDAP, Linux in 64 bits processors, Python, Academic Management Systems, Modern Graphics Interfaces, Gentoo, High Availability, FreeBSD, Asterisk, Udev, Kernel for beginners… it will be 22 talks, 4 mini courses and a Teachers Afternoon.

But for those who can’t go to Florianópolis, we made a special arrangement: by an offering of Solis and InfomediaTV/Terra, we will transmit in live the main talks. Aside that, we will have a news service, publishing how is the Meeting going and giving an idea of what is happening for everybody . To see the webcast, you just need to access the Linuxchix Brazil website during the event.

Another big surprise this year is an entire schedule dedicated to professors. In the afternoon of September 9th, teachers are invited to try Open Source software for themselves and see why it has gotten so much attention.This activity will be run by people who have experience inacademic environment, and know the difficulties in getting students’ attention. This course will enable professors to learn how to find tools and test the software. how to find tools and help, and to test the software.

To make all this possible, we this year have the support of several companies and people, and two major sponsors: Caixa Economica Federal and Microsoft. The Caixa, as a Brazil federal institution, has always been involved in supporting development projects. And to go ahead with its “let’s talk” movement, Microsoft supports the Meeting, as well will also be open to talk about their recent actions to cooperate and interoperate with Open Source community. We invite all attendees to debate with the representants their ideas and give suggestions.

The National Linuxchix Brazil Meeting is a well known conference, and always had brought new ideas, for the people which love innovation. The Meeting was the first conference in Brazil to focus on the theme “from those who make to those who make”, looking not just maintain the technical subject, but also encouraging and searching themes that are more in depth. That way, aside from seeing the basic issues and concepts, we try to offer the details, the best practices and extra resource, besides giving hands-on experience in the mini courses.

For four years now, the National LInuxchix Brazil Meeting promotes the technical improvement of the community and encourage women to join the open source world. Every year,the number of female speakers and attendees has increased, doubling each year. In the conference average, they jump from less then 5% to more then 15% of the people. We hope the catarinenses(people from Santa Catarina, the host state for this year conference) make a record and show up!

More informations at http://www.linuxchix.org.br/.

Encontro Linuxchix – WebCast, inovações e Patrocinadores inusitados

Trazendo muitas novidades e crescimento notório, nos dias 8 e 9 de setembro em Florianópolis, Santa Catarina, ocorrerá o IV Encontro Nacional LinuxChix Brasil. As inscrições acontecem no local do evento, na Fundação Barddal.

Os assuntos tratados este ano vão de OpenLDAP a Linux em processadores 64 bits, de Python a Sistemas de Gestão Acadêmica, Interfaces Gráficas Modernas, Gentoo, Alta Disponibilidade, FreeBSD, Asterisk, Sistema UDEV, Kernel para iniciantes…enfim, serão 22 palestras, 4 mini-cursos e uma Tarde dos Professores.

Porém este ano quem não puder ir a Florianópolis terá um jeito de acompanhar o evento de pertinho através do site das LinuxChix: com um oferecimento da Solis em parceria com o InfomediaTV e Terra, teremos transmissão ao vivo das palestras principais. Além de inserções de notícias ao vivo para que todos tenham idéia do que acontece durante todo o evento.

Outra grande novidade deste ano é uma programação a parte dedicada aos professores. Nela, os mestres são convidados a testar e descobrir porque o mundo Open Source desperta tanta atenção, e quais as reais vantagens para auxiliar nas suas tarefas. Ministrado por pessoas que já tem experiência no ambiente acadêmico e conhecem as dificuldades de atrair atenção e despertar a
criatividade dos alunos, este curso vai possibilitar aos professores descobrirem como encontrar ferramentas, buscar ajuda e treinarem os softwares.

Este ano contamos com o apoio de muitas empresas e entidades, e com patrocínio da Caixa Economica Federal, sempre presente fomentando projetos de desenvolvimento, e a controversa Microsoft. Continuando o movimento de aproximação e diálogo com a comunidade Open Source, a Microsoft apoia a realização do evento, bem como se dispõe a falar das suas últimas aberturas
visando auxiliar na convivência com sistemas abertos. Convidamos a todos para ouvir o que eles tem a dizer e rebaterem com os representantes suas idéias e ações.

O Encontro Linuxchix Brasil é um evento já conhecido da comunidade, e como sempre trás novidades para o público que gosta de inovações. O Encontro foi o primeiro evento a defender a temática “de quem faz para quem faz”, buscando não somente manter o foco técnico como também incentivando e buscando temas que vão além do discurso inicial. Assim, além de ver o funcionamento básico e conceitos dos sistemas, o público pode conhecer detalhes, melhores práticas e recursos extras, além de poder provar na prática temas diversos e interessantes, nos mini-cursos ministrados ao longo do evento.

Há quatro anos, o Encontro Nacional LinuxChix Brasil promove a capacitação técnica da comunidade e a inserção da mulher no mundo open source. A cada ano, as palestrantes e conferencistas mulheres vem aumentando sua participação no evento, dobrando sua participação a cada ano. Na média geral do evento, elas pularam de menos de 5% para 15% dos participantes.

Esperamos que as catarinenses em especial batam o record de participação e compareçam!

A ignorância mais freqüentemente produz confiança do que conhecimento

Esta frase é de Charles Darwin. Agora me veio a mente uma história de “seleção natural”, o que na época não fazia o menor sentido, já que a seleção natural reza que os mais fortes sobrevivem, e aqui estou eu. Mas este não é o ponto.

Cientistas fizeram um estudo comprovando que pessoas incompetentes também são incompetentes na hora de avaliarem seu próprio nível de competência. Enquanto pessoas especializadas tem uma percepção melhor de seus resultados, embora subestimados, pessoas incompetentes não apenas falham nesta percepção como supervalorizam grosseiramente suas habilidades.

O fato é que a falta de conhecimento sobre determinado assunto leva a não saber reconhecer erros ou performance. Então se uma pessoa não sabe direito o que está fazendo, também não sabe que está fazendo besteira.

Not only do these people reach erroneous conclusions and make unfortunate choices, but their incompetence robs them of the metacognitive ability to realize it. Across 4 studies, the authors found that participants scoring in the bottom quartile on tests of humor, grammar, and logic grossly overestimated their test performance and ability.

Colocado assim, parece óbvio. Agora explique isto para aquele ex namorado que acha que é um ás no volante, apesar de multas e mais multas, acidentes. Ou para aquele cara com um inglês horroroso que sai falando durante séculos como se tivesse uma pronúncia nativa. Ou aqueles que se supõe experts em Linux, dos quais você nunca ouve dizer “isto eu não conheço muito bem”, e falam verdadeiras atrocidades. Que coisa.

Bom, mas o melhor é que tem solução! Segundo os resultados do estudo, conhecimento tras uma avaliação mais acurada das próprias limitações, ou seja, quando deixam de ser tão ignorantes, as pessoas tendem a saber quando estão fazendo besteira. O que por consequência as torna mais competentes.

Geração Coca-Cola

Quando nascemos fomos programados
A receber o que vocês nos empurraram
Com os enlatados dos USA, de 9 às 6.

Desde pequenos nós comemos lixo
Comercial e industrial
Mas agora chegou nossa vez
Vamos cuspir de volta o lixo em cima de vocês.

Somos os filhos da revolução
Somos burgueses sem religião
Somos o futuro da nação
Geração Coca-Cola.

Depois de vinte anos na escola
Não é difícil aprender
Todas as manhas do seu jogo sujo
Não é assim que tem que ser

Vamos fazer nosso dever de casa
E aí então, vocês vão ver
Suas crianças derrubando reis
Fazer comédia no cinema com as suas leis.

Bom fim de semana!

Eu ia postar o Demencia, mas este é fantástico!

Que seria de nós sem o grande baluarte da filosofia Hacker para nos alegrar! Com vocês, o esplendoroso, initeligível, fantasticamente dislexico, Gilberto Gil!