Mensagem de fim de ano

Fim de ano chegando. Época de confraternização, festas de empresa e mensagens lacrimosas de amigos, conhecidos e gente que você nem conhece, mas está na lista de endereços por algum motivo. Época de filas nos correios, muita mala direta disfarçada de cartão, anunciando o Natal em 6x sem juros. Taxistas andam o dia todo em bandeira 2, dezenas de telefonemas pedindo presentes e doações. Caixinhas pra todo lado, no restaurante, na farmácia, para o motorista do fretado, na portaria. Época de piadas infames – é pavê ou pra comê -, pegações no pé – e aí, já casou/teve filho/casa quando/quando vai blablabla – e pagações de mico em geral. Sempre tem alguem que se passa na cerveja ou na caipirinha e acha que tá arrasando na imitação da Gretchen ou do bonde do Tigrão.

Enfim, é uma época que demanda uma paciência enorme. Mas sabe porque todo mundo fica louco nesta época? Porque o ano está chegando no fim. Porque a maioria das pessoas vê agora chegar o fim do ano que nasceu com tantas promessas. Aliás, mais um ano. Que não se mudou, não mudou de carro nem de emprego, não ficou rico nem bonito nem famoso. Que não aprendeu a saltar de paraquedas nem se matriculou na dança de salão. Mais um ano que os domingos foram no sofá, que as sextas foram novamente no mesmo bar reclamando a mesmíssima ladainha do ano anterior – chefe, mulher/marido, vizinho, pai/mãe. Os mesmo lugares, as mesmas caras, as mesmas situações. O pior foram as oportunidades desperdiçadas por preguiça, falta de coragem, acomodação, medo.

E eu há tempos alheia de tudo isto. Eu finalmente entendo o frenesi de fim de ano, e entendo também porque não me afeta. Eu detesto rotina. Eu enumerei as coisas que queria fazer e fui fazendo. Eu mudei de emprego, mudei de sistema, de estilo. Já fiz dança do ventre e aula de canto, agora não sei se volto para dança ou vou fazer uma arte marcial. Mas eu fiz aula de canto. Eu aprendi python, eu fiz mais um evento. Eu fui à India novamente, eu quando fui lá da primeira vez atravessei o país para ir no Taj Mahal – já atravessei o mundo, porque não o país? Eu provei dezenas de restaurantes novos, eu montei uma banda. Eu disse te amo despudoradamente, quando me dava vontade. E mandei à merda quando achei que devia(mas aprendi a pensar um pouco depois que o sangue ferve e esfria). Eu liguei pra amigos e deixei irem não tão amigos, porque amigo de verdade não te amarra se não quer ir junto. Parei de fazer o que não me dava mais tesão e fui cuidar de mim. Eu descartei o que me fazia mal, eu parei de fumar e de andar com gente que não tem caráter e se vende por qualquer trocado, ou por promessas de fama e glória. Eu briguei, xinguei, chorei, ri muito e conheci muito mais. Eu também acendi um incenso, deitei no chão e fiquei olhando o teto quando precisava organizar os pensamentos. Eu pedi tudo que quis, eu sempre esperei mais, fui atrás do excesso. Eu rejeitei esperar o pior para me preparar, eu quero o melhor. Mas também não fiquei só sonhando, eu acordei cedo, fui correr, fui ler, estudar, praticar. A vida é hoje, não segunda feira nem quando eu tiver 10 kilos a menos. Ouvi e enfrentei meus erros e me esforço pra mudar. A vida simplesmente é curta demais para fazer sempre as mesmas merdas, vamos fazer outras!

Então o que eu desejo é isto: faça merdas diferentes. Liberte-se finalmente daquele relacionamento morno apenas porque é comodo. Levante a bunda da TV e vá aprender aquele instrumento que vc passa a vida dizendo que um dia vai aprender. Mude o restaurante, mude o cabelo, mude o caminho. Mude! Desobedeça! Não acredite no que falaram, você pode!

Eu desejo que você dê o passo maior que a perna, que fale de boca cheia, que dê risada até doer. Que você se apaixone e se desapaixone quantas vezes forem necessárias, e que não se conforme com menos. Que você pare de se preocupar com o que os outros vão falar, que o celular do vizinho é mais novo que o seu: cuide da sua vida, não da dele! Que você ganhe bem, que você ganhe mais, que você peça aumento e prove que você merece, que se desenvolva e não apenas se sinta feliz por ter um emprego. Alias, eu espero que você nunca mais precise trabalhar: encontre a profissão que você ama e seja pago para se divertir! E que o que você queira fazer da vida seja crescer, evoluir, melhorar, tentar diferente. Pois se você quer apenas ficar aí parado, fui…

33 thoughts on “Mensagem de fim de ano

  1. Mudança, ruptura, revolução, evolução, traição… só o tempo mesmo para guiar os pensamentos.
    A única coisa que gostaria realmente de mudar é deixar de usar meu nariz de palhaço e que você também deixe de usá-lo. Mas creio que isso não esteja ao nosso alcance. Enfim… é bom mudar, nem que seja pra voltar ao mesmo lugar e descobrir que tomamos o rumo errado. É assim que é.
    []’s

  2. Ohhh muito bom.

    Boa idéia. Já arrumei um lugar pra anotar. Será melhor que organizar o monte de merda do ano na cabeça! Hehe

    Que 2007 seja um ano de novidades, mudanças e vida pra nós o/

    []s

  3. Sulamiga, tua mensagem é fantástica!
    Que venham novas merdas para todos nós!!!

    Um beijo gigante e cheio de saudades pra ti.

  4. Bom dia Sula,

    só passei para um feliz natal, apesar de assinar seu feed…

    tudo de bom, ótimo ano novo

    Parabéns pelo certificado da red hat, vc é f…

    Beijo.

    PS> esse ano eu aprendo inglês, acabei de perder um estágio lá com o r_linux por causa dessa porcaria.

  5. É isso aí, excelente texto! Muitos costumam ficar só na torcida para o ano ser bom, quando, na verdade, deveriam agir mais para isso. Nosso bem-estar não depente da sorte, depende do que fazemos e de como fazemos.

    Boas festas!

  6. Show Sula. Show.

    Da próxima vez, ao invés de olhar pro teto p/ organizar as idéias, procure um parque, deite no gramado e olhe o céu, as nuvens e as palmeiras mexendo no vento.

    Boas festas e boas viradas para você !

  7. Lendo tudo isso eu me senti descrita, me senti aliviada e me senti mais triste do que nunca. Esse ano foi um passo grande pra mim e vc como minha amiga viu tudo o que foi possivel. Te agradeço por tudo, por todas as lembranças, estando perto ou longe, por todas as palavras, jabber, telefone ou pessoalmente. Posso te dizer amiga para sempre . Obrigada 🙂

    Dorocê moça
    bjao da Pri

  8. Recebi do meu pai o link do seu texto, em que ela dizia que eu iria me identificar muito,e resolvi deixar um recado: Parabêns!!
    Vc escreve muito bem e traduziu tudo o que sentimos nesta data… bem, ao menos o que eu sinto!
    Desejo a vc um 2007 repleto de paz e que seja um ano menos desigual a todos!!
    Abracos

  9. Muuuuiiiiitttoooooo bom!
    è pura verdade, vou tomar uma dose de tudo isso e curtir 2007 avooonnnntttaaaaaaaaaadeeeeeee….rsrsrsrsrsrs!

  10. Pingback: :: a casa do zander ::

  11. estou procurando alguem que possa me passaR UMA MENSAGEM DE FIM DE ANO PARA QUE NOS POSSAMOS COLOCAR EM NOSSO JORNAL…DE NOSSO SINDICATO DE SERVIDORES….FICARIA MUITO GRATO SE ALGUEM ME FISSESSE ISSO….

    OBRIGADO ..ESTOU NO AGUARDO.

  12. Gostei muito da mensagem e fiz muito das coisas que são mencionadas por vc e recomendo isso sempre ao meus amigos , não espere para o amanhã faça acontecer hoje, mude quantas vezes for preciso recomeçar é necessário.

  13. Quer dizer então que a vida é um ciclo sem lógica simbolizada na figura de um cachorro que corre atrás do próprio rabo? Você está dizendo que correr atrás do vento apesar de insano é legal e que devemos jogar pedras na lua?

  14. Quer dizer então que a vida é um ciclo sem lógica simbolizada na figura de um cachorro que corre atrás do próprio rabo? Você está dizendo que correr atrás do vento apesar de insano é legal e que devemos jogar pedras na lua?

  15. Para mim a vida está mais como uma espiral crescente do que como cachorro correndo atrás do rabo. Eu não jogo pedras na Lua porque não alcançam, mas se vc nunca jogou e tem vontade, divirta-se 🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s