Vídeos das palestras do LCA 2007 disponíveis

Já estão disponíveis no site do Linux Conference Australia 2007 os vídeos da grande maioria das palestras apresentadas no evento. Eu recomendo as palestras abaixo:

  • Tanenbaum sobre Minix. Ele defende novamente o microkernel, mas acredito que mais que isto é uma boa introdução para quem quer estudar sistemas operacionais. Ainda não instalei o novo Minix, mas me parece um sistema compacto onde se pode aprender mais facilmente.
  • Kathy Sierra sobre como criar usuários apaixonados. Conceitos sobre como o cérebro funciona, como interessar pessoas nos seus projetos ou idéias. E como criar usuários que vão lhe ajudar, fazendo-os se interessarem mais até serem especialistas, de uma maneira interessante. Uma das melhores frases que já ouvi: “Se você quer que eles RTFM, faça um FM melhor”.
  • Joe ‘Zonker’ Brockmeier sobre Marketing em projetos Open Source: pode parecer proteção, mas explico. Foi nesta palestra que tive as idéias de como interessar mais pessoas para meus projetos, mais especificamente conseguir mais colaboradoras para o Linuxchix. Creio que qualquer pessoa que sente que gostaria de mais ajuda e não sabe muito bem porque não consegue deveria ler. Também para aqueles que acham que tem um projeto excelente e não sabem porque não faz tanto sucesso.
  • Jono Bacon em “Pastoreando Gatos”, uma palestra sobre dinâmicas de comunidade e como tirar o melhor dela. Muitas empresas falharam miseravelmente em atrair a atenção e mais, em conseguir o apoio dedicado da comunidade. Na maioria elas acham que precisam tolerar a comunidade, quando isto pode ser uma grande diferença no sucesso do seu negócio.

O temário é muito diverso e com palestrantes excelentes. Assisti palestras sobre Fluendo, Filesystem, um tutorial otimo de Gimp, entre outras. Se for fazer uma descrição de cada, fica muito grande. Recomendo ver a grade e escolherem.

Segundo a responsável pela equipe de filmagem e disponibilização dos vídeos, eles preferiram uma câmera que gravasse diretamente em DVD(formato vob), com capacidade para maior tempo de gravação, diferente dos tapes DV. Microfones de lapela, uma mini TV e fones de ouvido para ouvir e ver o que está sendo gravado. Um script foi posto a disposição para transformar a gravação, e como os vídeos foram gravados em DVD, qualquer pessoa com um notebook com DVD alí podia auxiliar a transformar os vídeos. Com isto, antes mesmo do final do primeiro dia, os primeiros vídeos começavam a ser disponibilizados.

O maior vídeo foi de 257MB para uma palestra de 1:23hs, e o menor foi um de 10MB para uma de 6 min. Ao todo, estão sendo ocupados 11.9GB para 141 arquivos. Isto é referente apenas aos vídeos em formato Ogg Theora, os arquivos vob são mais de 10 vezes maiores, então não são guardados.

Quatro links contaram como foi feito este trabalho, para ser repetido para outras conferencias. O LCA é muito bem documentado por cada equipe que o organiza – o que muda cada ano – e está disponível como um HOWTO para outros eventos aproveitarem as experiências deste evento.

https://gingertech.dyndns.org/blog/?p=11 (Editing video for LCA)
https://gingertech.dyndns.org/blog/?p=12 (LCA video team)
https://gingertech.dyndns.org/blog/?p=14 (Recommending a LUG video setup)
https://gingertech.dyndns.org/blog/?p=17 (All LCA video online)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s