Cidadã do mundo

Você sabe que sua vida definitivamente mudou quando em um domingo você sai para passear e comprar livros em Portland, USA, e no próximo domingo está fazendo as unhas em Córdoba, Argentina. Eu sempre adorei o termo “cidadão do mundo”, acho que era uma propaganda de curso de inglês quando eu era aborrescente. E eu me toquei que isto se tornou realidade quando eu comecei a mandar lavar roupa em hoteis, por mais bobo que pareça. Quando isto começa a virar rotina, é porque realmente você não tem mais tempo para fazê-lo em casa, entre uma viagem e outra. Mas como eu adoro este novo estilo de vida, eu tomo bastante cuidado para garantir que eu vou conseguir fazer isto por bastante tempo.

Eu conheço várias pessoas com a mesma rotina – ou falta dela – de quem eu aprendi vários truques. Danese Cooper é provavelmente o melhor exemplo. Eu aposto que ela tem cartão platinum em todas as companias aéreas, e tem uma noção de fazer as malas muito extravagante – eu acredito que ela está sempre tentando novas técnicas de empacotar a casa inteira. Eu detesto ficar carregando malas, mesmo em carrinhos, entao eu tento manter o mínimo, pelo menos no vôo de ida. Mas ela me mostrou como me sentir bem nos ambientes impessoais de hoteis (a não ser que você fique no Hotel Monaco: tinha um ursinho de pelúcia sobre a cama, um roupão com estampa de oncinha e várias outras frescurinhas). É bem simples, compre algum incenso, velas perfumadas, leve coisas que lhe deixam confortável em casa, beba muita água. Outras regras eu criei por mim mesma, como sempre correr na esteira, no mínimo quatro vezes por semana – esta regra tem evitado algumas pequenas guerras mundiais. Eu preferiria espancar algumas pessoas ao inves disto, mas convenhamos que a academia vai me causar muito menos problemas 🙂 Eu comecei a fazer kung fu no início do ano e simplesmente amei, mas desde que comecei o trabalho novo não consegui voltar. Quando estou em casa, vou sempre fazer aulas de spinning na academia, e é impressionante como fico mais calma depois. Mas quero voltar ao kung fu, apenas preciso me organizar e conseguir lidar com minha nova vida.

Update: existe uma matéria na Super Interessante deste mês, indicada pelo leitor do blog – vcs existem! – Alexandro Silva, com o nome Você 3.0, e nem tem a ver com idade. Segundo ele mesmo, poderia ter sido escrita por mim. Agradeço a confiança, mas o estilo literário do autor é bem mais agradável. Para quem, como eu, tem chefe em outra lingua e fuso horário, companheiros dos mais diversos lugares e se comunica primariamente por internet, ou por quem gostaria de ter um trabalho assim, vale a pena ler.

Eu recebi um scrap no orkut de uma amiga, me perguntando quando eu ia arrumar um tempo para ser a Sula e a amiga dos amigos. Um dos problemas deste estilo de vida é que como você gasta muita energia viajando e se ambientando, você se torna mais sensível, e é mais demorado para se recuperar de incidentes ruins. Passei meu aniversário com a família, e é sempre uma experiência difícil. E eu nem tive energia para agradecer todas as mensagens de feliz aniversário que recebi 😦 desculpem. Exatamente no dia depois foi o acidente da TAM, e eu estava bastante impressionada com isto.

Mas estou bem, e estou muito feliz. Os primeiros meses do trabalho foram dedicados a aprender, a entrar em contato com pessoas, encontrar assuntos, planejar, mostrar, explicar. Aprender os procedimentos, executá-los e esperar eles terminarem. E finalmente, é hora de alguma ação real. Aguardem.

Esta semana estou em Córdoba para algumas reuniões na Intel e para participar das 7as Jornadas de Software Livre. Vários amigos estão vindo, e eu tenho até uma cachaça especial – com um pinguim e tudo. Finalmente eu sinto que estou fazendo a parte “America Latina” do trabalho 🙂 eu fui fazer um city tour hoje, e já publiquei algumas fotos.

Também, para me ajudar a balancear meu chapéu Intel e meu chapéu comunidade, mas não apenas por isto, fui convidada a ser um dos blogueiros do novo blog da Intel Brasil – Brasil Digital@Intel, lançado dia 5 de agosto. Você já pode conferir os primeiros posts, inclusive o meu. Eu vou postar lá notícias sobre Open Source na Intel, enquanto aqui eu vou continuar resmungando, postando idéias randômicas e músicas nada aleatórias. Eu tenho muita coisa para contar aqui e lá, embora eu sempre faça o que qualquer matéria sobre blogs diz para não fazer: ficar muito tempo sem postar, depois postar tudo de uma vez e sumir no limbo novamente. Eu acreditaria que ninguém lê isto se não fossem os relatórios do Analytics. Eu vou melhorar isto, e em alguns dias vou fazer um relato sobre a OSCON e a sessão sobre Mulheres e FOSS – muitos feedbacks. Eu estou até tentando criar mais posts em inglês 🙂

Mas ainda assim, com tanta coisa e tanta novidade, nada é mais emocionante do que o fato de que um pedaço muito alto da Espanha está indo para o Brasil semana que vem… 🙂

Citizen of the World

You know your life has definitely changed when in a Sunday you go for a walk and buying books in Portland, USA, and on the next Sunday you’re getting your nails done in Córdoba, Argentina. I always loved the term “citizen of the world”, I think it was one English school which had this advertising when I was a teenage. And it became true, I’m not just traveling anymore, sounds silly but since I started to do laundry on hotels, I really feel this actually became a lifestyle. And since I just love it, I always dedicate sometime to take care of myself and guarantee I will be able to do that for a long time.

There is some people with the same routine – or lack of it – from who I learn a lot of tips. Danese Cooper is probably the best one. She probably has platinum cards in any airline, and has a very eccentric sense of packing – I bet she keeps trying new ways to pack the entire house. I just hate to carry my bags, so I always try to keep that minimum, at least on the fly in. But she showed to me how to feel good in the impersonal hotel environments (unless you’re at Hotel Monaco: I had an teddy bear on my bed, a robe with leopard print and lots of amenities). It is very simple, buy some incense, candle, drink a lot of water – in fact, always carry a bottle with you. Other rules I created, like to always go for a run on the gym, at least four times on the week – this rule had prevent a couple of little world wars initiated by me. I rather to kick people’s ass, but the gym causes me much less problems after 🙂 I started to do kung fu on the beginning of the year, but since I started the new job I didn’t come back. When I’m at home, I go for spinning on the gym, and it is so relaxing… but I do want to go back to kung fu, I’m just working on know how to deal with my life again.

I received an scrap on orkut from a friend, asking me to find sometime to be myself and to be friend. The problem is that lifestyle also makes you kind of sensible, and it is hard to have time to recover from some not so good experiences. At my birthday, I was at my mom’s house, and that is always disturbing for me. So I even had energy to say thanks to my friends who remembered the date… sorry people. Just on the next day was the airplain crash, and I was very aware of it, I was in that airport the day before, I go there all the time, and it is not so far from my house. So, you can figure it out.

But I’m happy. The first months of my work were dedicated to learn, talk to people, find subjects, plan, show, explain. Learn the procedures, execute the procedures and wait to them finish. And finally had come the time for some real action. You’ll see.

This week I’m at Cordoba for a couple of meetings at Intel and to participate of the 7th Free Software Working Days Argentina. There is a bunch of friends coming, and I have a special made cachaça – with a penguin and everything. I finally feel like I’m doing the “Latin America” part of the job 🙂 I went to a city tour today, see some pictures here.

Also, to help me to balance the Intel and the community hat, but not just because that, I was invited to be one of the bloggers for the Brazil Digital @ Intel blog. See here the first posts, including my one. I will post there news about Open Source at Intel, while here I will keep rambling, creating random ideas and posting non random musics. I have lots of things to report here and there, and I always do what people always say to do not do in your blog: do not post for a long time, then post a lot of things and disappear again. I will try not doing that, and in some days I will post a report about OSCON and the Women and FOSS BoF – lots of feedback. I’m even trying to create more English entries!

But you know… even with all this, nothing is more exciting than the fact that a tall piece of Spain is going to Brazil next week… 🙂

One thought on “Cidadã do mundo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s