Breakaway…

Grew up in a small town
And when the rain would fall down
I’d just stare out my window
Dreaming of what could be
And if I’d end up happy
I would pray

Trying hard to reach out
But when I tried to speak out
Felt like no one could hear me
Wanted to belong here
But something felt so wrong here
So I’d pray
I could break away

I’ll spread my wings and I’ll learn how to fly.
I’ll do what it takes till I touch the sky.
Make a wish, take a chance,
Make a change, and break away.
Out of the darkness and into the sun.
But I won’t forget all the ones that I love.
I’ll take a risk, take a chance,
Make a change, and break away

Videoclip

Rapidinhas sobre o FISL

Mitchell Baker – a toda poderosa da MoFo (Mozilla Foundation) é durona mesmo. Acho que é o jeito de ser de advogados em geral, eles ou estão sempre te interrogando ou tomando cuidado para que nada do que se diga seja usado contra eles. Mas nem a poderosa chefona resistiu ao jeito e alegria brasileiros, e até pro Bar do Pinguim com a gente ela foi. Uma das coisas que mais me chamou a atenção nela foi o fato de que sempre, em comentarios, conversas ou palestras, ela relembra a importancia da comunidade no projeto Firefox e outros, e o quanto isto foi essencial para chegarem onde chegaram. Em um mundo cheio de estrelinhas como este nosso de software livre, é revigorante ver alguém tão importante dar este exemplo. E se você acha que nosso ambiente brasileiro sofre de estrelismos, espere até conhecer o americano…

Muita gente sabe a historia mas não custa relembrar: o Mozilla surgiu no último suspiro da Netscape, sufocada pela Microsoft. Quando eu comecei na computação, em 96, todo mundo usava Netscape, que dominava creio 98% do mercado, e Internet Explorer era alguma coisa feia e bizarra da MS. Mas quando a MS resolveu investir pesado e tornar todo o Windows “integrado” – dependente mesmo – do IE, ela virou o jogo. Sofreu pesadíssimos processos e multas, principalmente na União Européia, mas o resultado final foi conseguido: matar o Netscape. Ou quase… o Netscape abriu o código e virou o Mozilla, de Mosaic Killer – que nos tempos aureos era visto com o unico concorrente do Netscape. E então, enquanto a MS abandonava o IE depois do objetivo conseguido, o Mozilla foi resurgindo das cinzas. A AOL comprou a Netscape, e algum tempo depois decidiu que o projeto seria cancelado. Mitchell se recusou a aceitar isto, e como resultado, foi demitida. Bom, mas nós todos sabemos que para trabalhar num projeto open source, você não precisa necessáriamente de autorização, né? Ela foi pra casa e trabalhou por um ano fazendo a mesma coisa, gerenciando o projeto. Hoje em dia, se ela é CEO, chairman ou toda poderosa chefona, foi porque sempre acreditou e se dedicou ao projeto. E mesmo sendo uma pessoa tão fundamental, ela sempre diz que ainda assim é uma entre milhares de pessoas que contribuíram para o Firefox ser o que é hoje.

E btw, já pensaram na ironia do Firefox surgir para vingar a morte do Netscape?

Aurélio – encontrei o Verde conversando com seus leitores na banca da Tempo Real. É uma figura. Se aproxima um rapaz, super tímido, e pede pra ele autografar o livro. O Aurélio pergunta de onde ele é, se já faz algum shell script… o rapaz confirma, meio emocionado, eu acho. Daí o Aurélio pergunta “mas tá tudo bonitinho, documentado, identado, ou tá aquela maçaroca?” “Não, tudo certinho” “Ah tá, não vai passar vergonha então se eu for olhar” “Não não, pode ver”. Figuraça 🙂 Fico muito feliz de reencontrar amigos e vê-los não apenas bem no sentido que a sociedade espera: escritor renomado, e agora senhor sério casado 🙂 mas ainda e sempre com o sorriso no rosto, a paciência de ensinar e despertar consciência, e curtir a vida como bem entender, de chinelo e tatuagem.

Urubuntu – Vaz, sempre ele. Desta vez lançou uma nova distribuição, o Urubuntu: a distribuição mais user-hostile que você já viu. Em tempos: é um OpenBSD…

vPRO e Cacic – lamento repetir aqui, mas passou meio batido devido ao prolongamento do discurso do Requião na cerimônia de abertura: a Intel assinou com a Dataprev um termo de intenções para desenvolver o suporte à plataforma vPRO no Cacic. O vPRO tem uma série de recursos de gerenciamento de hardware e software, independente do estado operacional da máquina. E o Cacic, como software de inventário, largamente utilizado nas agencias do governo, pode vir a ser o primeiro software livre a suportar esta tecnologia. O projeto OpenAMT já provê toda a implementação livre, mas não existe ainda um software livre que use estas funcionalidades. O pode vir a ser o primeiro é por conta do tempo, quem sabe surge outro, mas o compromisso existe e os detalhes de implementação estão sendo definidos. Concordemos ou não com passo do uso e desenvolvimento do software livre no governo, não deixa de ser uma excelente notícia.

Profissionalismo para Nerds – eu já sei o que eu vou ser quando crescer

Bom, minha palestra correu mais simples do que eu esperava. Fiquei feliz que o povo riu da piada – alguns momentos que achei que fossem ser mais engraçados não foram tanto, ou então o povo ficou mais tímido.

Mas enfim. Aqui estão os slides Profissionalismo para Nerds, que passei o dia colocando notas sobre o conteúdo. Aqui também a versão em html. Quis fazer uma palestra diferente, e como fui encontrando imagens relacionadas, os slides são na maioria imagens. Aviso que o arquivo ficou imenso Achei que ficou legal. Parece que o vídeo da palestra também vai estar disponível logo.

Achei legal que o assunto gerou muito interesse, mas minha idéia nunca foi padronizar todo mundo. Quem não quiser seguir dica nenhuma, que esteja a vontade, mas minha experiência – ou seja, as vezes que bati a cabeça na parede – me mostraram que estas coisas são importantes. Pode-se escolher o caminho de diferentes maneiras, e não necessáriamente são obrigatórios, como li em um jornal que não entendeu bem o espírito que eu quis passar. Mas para quem quer tornar sua vida profissional mais fácil e reconhecida, talvez valha a pena ver. Afinal, para quebrar as regras, primeiro precisamos conhecê-las.

Nos próximos dias as outras palestras… ufa!

FISL 9.0

This post is for my non-Portuguese able friends 🙂

FISL 9.0 was by far the largest Free and Open Source conference ever. Officially, 7400 people participated in the 3-day conference which happens every year in Porto Alegre, Brazil. You have no idea what it is like, even if you’ve been here before. Luckily, it went back to the PUC university, close to downtown, with several options of good food and transportation.

It was my first conference really working – means attached to a company booth – but I skipped away many times 🙂 The talks were all recorded and will be available online soon, although most of the content is in Portuguese. But as images are a universal language, here my pictures and here is the FISL 9.0 pool of everybody’s pictures.

So, start making plans. I hope to see you all there next year!

De volta do FISL

Depois de 9 horas de sono, dá pra começar a escrever a respeito. Todo ano eu prometo – pra mim mesma – que vou fazer posts diários, e todo ano eu descumpro minha promessa. Este ano até tive um motivo de força maior: meu note era o único no stand da Intel com o Moblin image-creator instalado, funcional e já com uma imagem pronta. Então foi requisitado pela Kristen e Claudio para testes e mais testes no kernel e afins. E bom, sabem como é, melhor não interromper a linha de raciocínio de um hacker trabalhando…

O FISL deste ano realmente foi espantoso. Só quem foi sabe avaliar o que representa 7400 pessoas perambulando naquele espaço. Foi meu primeiro FISL trabalhando oficialmente: apesar de antes ter cuidado de stands da Linuxchix, apresentado palestras – o que para mim representa sempre alguma tensão de ter tudo preparado e treinado, sempre sobrava os ultimos dias e muita energia para festinhas e afins. Este ano não teve folga.

E como estou cansada, vou falar das palestras depois. Porque eu quero reclamar. Gente, que sanha assassina é esta por brindes. Fizemos 1000 camisetas para distribuir no stand, e muita gente parecia ofendida pelo fato de não ganhar uma. No último dia, a cada 15 min alguém vinha me pedir, implorar ou contar uma triste história de porque queria uma sem precisar nem testar os jogos. A produtora quase apanhou por não dar uma pendrive para uma menina que foi pedir, e depois de dizer cinco vezes que não tinha, a menina falou “e então o que é isto aí no seu bolso?”. Era o isqueiro da pobre produtora fumante, que teve que mostrar que ela realmente não tinha. Acho que ano que vem o ideal é fazer algum brinde barato, e fazer uns 20 mil – todo mundo quer levar pra mãe, pra tia, pro irmão, pro papagaio…

Para ilustrar meu ponto, vou contar o porque eu estava extremamente mal humorada no sábado de manhã. Na sexta a noite, churrasco dos nerds e festa da Mozilla. Me divido entre os dois, amigos de longa data e cerveja de um lado, novos e antigos amigos e champagne de outro. Porém, como profissional responsável, que quer dar o melhor de sí para explicar sobre mobilidade, desenvolvimento e o concurso do Moblin no outro dia, me resigno a triste senda de quem tem palestra no sábado as 10hs da manhã e vou dormir sóbria e cedo. Acordo de manhã cedíssimo para padrões “sábado de FISL”, e encontro vários amigos com aquela cara de ressaca feliz de quem dormiu 2 ou 3 horas, ou nem dormiu e foi direto ao café da manhã, como eu fiz ano passado. Vou para a feira preparar os últimos detalhes com o co-palestrante. Descobrimos que precisamos desempacotar as 300 pendrives usb para retirar uma etiqueta que poderia servir de reclamação depois. Na hora da palestra, o image-creator se desentende com o projetor e se recusa a funcionar – foi só tirar o cabo do projetor depois da palestra e tudo correu normalmente… então ali na hora tenho que modificar tudo e dar o melhor de mim para conseguir explicar com screenshots o conceito, como funciona, e se vira nos 30. Fala fala fala fala, por 40 min, até que é encerrada a sessão. Eu até fiquei feliz porque a imensa maioria do público permaneceu até o fim, mesmo depois de ter ganhado a pendrive, ou seja, estavam ali pelo assunto mesmo. Pois depois do encerramento, depois das perguntas, enquanto eu desligava o notebook, chega um carinha e me solta “me disseram lá no stand que vocês estariam distribuíndo aquelas canetas e limpador de cd aqui, você tem algum aí?”

Claro, óbvio. Este é o meu principal objetivo aqui, dar brindes. O conteúdo é só enfeite. Cara, que mal humor que eu fiquei. A gente se rala e o povo só se preocupa com os brindes. Bom, fica a lição, se for dar brindes, certifique-se que tem pra todo mundo e assim quem estiver realmente interessado… que nada. Mesmo que tiver pra todo mundo, não vai ter pra familia inteira de todo mundo… ô vida…

Mas também, depois a própria produtora e amigos lembraram que estes são casos isolados. Muita gente mesmo foi no stand pra perguntar do Moblin, ver o image creator rodando, tirar dúvidas. Muita gente tirava foto no stand do lado das lentes ampliando o chip, do lado do logo, numa demonstração clara de simpatia a Intel. Claro, também muitas fotos com a modelo/recepcionista, mas ela falou que todos se comportaram muito bem. As pessoas queriam a camiseta também porque era a camiseta da Intel. Tudo bem vai 🙂

Foram 1000 camisetas, 300 pendrives de 256Mb – ta vendo gente, nem era assim, tipo, 1Gb – e 300 apostilas do Moblin. E ainda vão ser 10 MIDs em julho. Não é nenhum prêmio da mega-sena, mas vai, não é todo dia.

Ok, fim das reclamações, proximos posts serão todos positivos e descritivos sobre o que aconteceu comigo no FISL. Espero que entendam que devido a estar trabalhando lá, vai ser muita coisa sobre o que aconteceu do lado Intel ou nas palestras que promovemos, mas não sobrou muito tempo para outras coisas…

Mais palestras Intel no FISL

Para quem quer ser um kernel hacker

How to write a device driver – Kristen Accardi é mantenedora da pilha PCI do Hotplug no kernel. Ela irá fazer uma demonstração básica de como é escrever código para conversar com o hardware, demonstrando isto com um hardware bem simples. Como criar um framework para isto e como adicionar opções de usuários. Quinta Feira, dia 17, as 20hs na sala Linus Torvalds.

Para desenvolvedores em Geral:

Intel Software? I though all they made was processors – Omar Toral vai apresentar a Intel Software Network, uma rede de profissionais trocando informações sobre desenvolvimento. O site contém artigos, blogs, fóruns e documentação sobre várias áreas de programação: virtualização, mobilidade, computação gráfica, programação paralela. Infelizmente apenas em inglês, espanhol e chinês, mas vocês podem ajudar a demonstrar que existe demanda para um em português 😉 Sexta feira, dia 18, as 17hs, sala Alan Turing.
Para estudantes e curiosos em geral:

Tecnologias Intel: hoje e no futuro próximo – Fidel Rios é engenheiro de aplicações com formação em engenharia da computação, e vai apresentar o histórico dos processadores da Intel e o que podemos esperar para o futuro. Uma palestra muito interessante para quem quer saber da evolução dos computadores. Sabia que o computador de bordo da espaçonave que levou o homem à Lua tinha um poder de processamento menor que o que temos nos nossos celulares hoje? Eu não sabia. E se fossem repetir o experimento, que processador levariam? Quinta dia 17, as 17hs, sala Alan Turing.

Espero que gostem da seleção! O 9° Fórum Internacional de Software Livre acontece entre os dias 17 e 19 de abril em Porto Alegre (RS).

Intel no FISL 9.0 – what’s Your Move?

Nunca antes na história do Brasil… não, isto já está manjado 🙂

A Intel é patrocinadora Ouro do 9o. Fórum Internacional de Software livre, dias 17 a 19 de abril de 2008, em Porto Alegre. Mas não basta patrocinar, tem que participar. Teremos três palestras institucionais e muitas demonstrações que acredito vão agradar aos participantes que passarem pelo stand.

O Moblin terá destaque na nossa programação, com a demonstração em dois dispositivosmoblin.gifMID, Mobile Internet Devices – disponíveis. Porém a grande novidade fica por conta do concurso Your Move, que vai premiar as melhores aplicações para a plataforma Moblin com 10 MIDs e uma viagem com acompanhante para qualquer conferência open source no mundo. Esta promoção acontece simultâneamente no Brasil, EUA, China e India, mas cada região gerencia o seu próprio concurso e os participantes competem apenas com outros participantes do seu país.

As inscrições estarão abertas dia 12 de maio. Fique de olho no site Moblin.org, e claro, neste blog 😉

Intel no FISL 9.0 – what’s Your Move?

Nunca antes na história do Brasil… não, isto já está manjado 🙂

A Intel é patrocinadora Ouro do 9o. Fórum Internacional de Software livre, dias 17 a 19 de abril de 2008, em Porto Alegre. Mas não basta patrocinar, tem que participar. Teremos três palestras institucionais e muitas demonstrações que acredito vão agradar aos participantes que passarem pelo stand.

O Moblin terá destaque na nossa programação, com a demonstração em dois dispositivosmoblin.gifMID, Mobile Internet Devices – disponíveis. Porém a grande novidade fica por conta do concurso Your Move, que vai premiar as melhores aplicações para a plataforma Moblin com 10 MIDs e uma viagem com acompanhante para qualquer conferência open source no mundo. Esta promoção acontece simultâneamente no Brasil, EUA, China e India, mas cada região gerencia o seu próprio concurso e os participantes competem apenas com outros participantes do seu país.

As inscrições estarão abertas dia 12 de maio. Fique de olho no site Moblin.org, e claro, neste blog 😉