Mensagem de fim de ano – denovo!

A mensagem de fim de ano passado foi um sucesso total. Mais de 2mil acessos! É o post com mais acesso, mais até que o mural de Eu Odeio a C&A. São aqueles momentos iluminados que acontecem sem esperar, e que não dá pra repetir. Então só fazendo um pequeno balanço das merdas novas que eu aprontei este ano:

Fiz 30 anos. Gente, sou balzaquiana. Eu lembro quando tinha 13 ou 14, que pensava “nossa, no ano 2000 vou ter 24 anos, vou ser adulta e tudo”. E aqui estou eu, com 30. Mas encarei bem a passagem, a crise existencial durou só uma semana. Estava esperando os 30 desde os 28, inspirada pelos quotes sensacionais do Sex and The City – da segunda temporada em diante, sejamos claros. Até porque 29 é uma idade sem graça, você definitivamente não tem mais 20 e poucos mas também não tem 30 ainda, fica aquela expectativa. Posso dizer que não muda nada, a não ser o metabolismo cada vez mais lento e cada vez mais difícil de perder peso. Se você como eu precisa criar disciplina para exercícios físicos, e reeducação alimentar, comece antes dos 30! Porque quando chegar lá, vai ser bem mais cansativo…

Eu fiz kung fu. Amei, adorei, não queria parar. Mas a vida entra numas reviravoltas loucas, e tive que deixar por um tempo. Mas em janeiro começo novamente. Assim como começo a fazer francês. Agora o povo vai reclamar que eu escrevo errado em quatro línguas 😀

Mudei novamente de emprego, agora para um é tão a minha cara, Estrategista, oia que chique. Tive que decidir entre subir na escala nerd ou tentar novos horizontes, e também foi outra crise. Pois envolvia outras coisas, tão importantes quanto carreira profissional. Mas para decidir, você também tem que pensar no peso que uma decisão destas vai exercer sobre sua vida pessoal. Será que isto vai se tornar uma sombra a cada dificuldade, uma mágoa de ter deixado passar por outra pessoa? Será que a cada desentendimento isto vai ser usado e reusado como argumento? Isto também pesa. Mas no fim das contas, só mesmo deitando, acendendo um incenso, esperando todas as vozes calarem e vir aquela lá do fundo, que sabe exatamente que sonho você quer perseguir. Sabe que as vezes até os sonhos antigos amarram a gente, não querendo dar espaço a novos sonhos. A maior amarra que a gente tem está na própria cabeça. Mas quando você deixa todas as vozes na sua cabeça falarem o quanto quiserem, em algum momento elas se calam e tudo fica mais claro. E aí fica mais fácil decidir.

O que não valeu a pena? Dedicar tempo e energia demais a quem ou ao que não merecia, mas nem sei se conta. A margem de erro e acerto ainda está boa, e ter erros de avaliação faz parte, certo?

Mas as maiores lições do ano foram:

Descobri como lidar, diminuir e controlar minha ansiedade! Que coisa boa. Academia pelo menos 3x por semana ajuda muito, e ajustar expectativas também. Entender que coisas que normalmente levam um ano não vão acontecer em um mês. É um aprendizado constante, mas pelo menos já descobri a pólvora. Só falta dominar a técnica.

Descobri que eu posso errar. E que não devo me martirizar e cortar os pulsos por isto. E consequentemente, consigo tolerar melhor os erros dos outros.

Descobri que amor é uma decisão. Apaixonar-se é uma reação química, mas amar alguém é uma decisão. E eu continuo decidida. A ser feliz.

E você, quais merdas novas e antigas andou aprontando?

One thought on “Mensagem de fim de ano – denovo!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s